MARTHA PAGY ART OFFICE
artists exhibitions about us news contact múltiplos projects

> <
  • Dobras 1 e 2, 2017
    Badalos de sino quebrados em vidros com terra sobre estante de madeira com areia.
    13 X 74 X 18 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 2”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 3”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 4”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 5”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 9”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 10”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 12”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 13”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    37 x 50 cm

  • “Frestas por onde Muros escoam 15”, 2017
    grafite, nanquim e acrílica sobre papel
    111 x 81cm​

  • Fotografia: Tania Bonin

    Sem título, 2017
    Fotografia, pigmentos minerais sobre papel fotográfico
    10 x 15 cm

  • Sem título, 2017
    Fotografia, pigmentos minerais sobre papel fotográfico
    10 x 15 cm

  • Fotografia: Tania Bonin

    Sem título, 2017
    Fotografia, pigmentos minerais sobre papel fotográfico
    10 x 15 cm

  • Fotografia: Tania Bonin

    Sem título, 2017
    Fotografia, pigmentos minerais sobre papel fotográfico
    10 x 15 cm

  • Fotografia: Tania Bonin

    Sem título, 2017
    Fotografia, pigmentos minerais sobre papel fotográfico
    10 x 15 cm

Em Frestas e Dobras, Ursula Tautz mostra 9 desenhos e um objeto e lida principalmente com a questão do tempo e os possíveis desdobramentos de sua ação sobre a instalação feita pela artista a céu aberto.

​“Durante 45 dias observei, quase diariamente, a instalação Frestas por onde muros escoam, construída para reinaugurar o espaço expositivo do Jardim da Reitoria da UFF. E esperei que a terra, acumulada em forma de pirâmide, escoasse entre os vergalhões dourados fincados no entorno dos aterramentos, em um movimento de expansão e contaminação. Por 45 dias esperei que as cadeiras equilibradas em seus cumes desabassem, afirmando a falência de um centro estável. Sob sol, vento e chuva, o lugar invadiu a instalação. A vegetação cresceu e tornou a terra sólida e verde e as cadeiras, firmes em seus centros.​ ​Aqui estão alguns dos desenhos e registros feitos durante esta espera, quando o trabalho me ofereceu outras respostas.” Ursula Tautz


Ursula Tautz was born in Rio de Janeiro where she lives and works. Studied at ESPM, having also attended to workshops of the School of Visual Arts/NY, and since 2005, at the School of Visual Arts of Parque Lage. In 2013 was approved for the “Programa Projeto de Pesquisa”, taught by Gloria Ferreira and Luiz Ernesto. Participated in several exhibitions, like “Fuzuê”, at Largo das Artes/RJ; “Cético Assombro”, EAV Parque Lage/RJ; ‘Impermanências’, Centro Cultural Justiça Federal/RJ. Ursula Tautz was selected by the critic Fernando Cocchiarale for the “Programa Olheiro da Arte”.

issuu.com/ursulatautz/docs/ursula_tautz_portfolio_2013
daniname.wordpress.com/banco_de_portfolios/