MARTHA PAGY ESCRITÓRIO DE ARTE
artistas exposições quem somos notícias contato múltiplos projetos




junho 2018

Coletiva Em cada linha um traço. Em cada fio uma trama



Com 30 artistas contemporâneos, em sua maioria cariocas, 29 brasileiros e uma alemã, a mostra Em cada linha um traço - Em cada fio uma trama traz uma pluralidade de trabalhos nos mais variados suportes, linguagens e mídias: pastel, gravura, vídeo, objeto, colagem, fotografia, bordado, pintura, assemblage, escultura e instalações. Todos contendo linhas ou fios. Quase sempre com artistas escolhidos por terem em sua obra uma forte presença desses elementos.

Procuro, como curadora, respeitar a independência com que os artistas tratam os conceitos da arte em sua experiência individual, e sua trajetória profissional única. Busco apoiar a sua produção por meio de uma leitura que contextualize essa obra em relação às demais ou em relação à sua própria história.

Igualmente plural é o mix de artistas, dentre eles alguns jovens iniciantes, vários já plenamente estabelecidos ​e outros em meio de carreira.

Os artistas são representados pela MARTHA PAGY Escritório de Arte, por seus próprios galeristas, pela Terra-Arte Projetos Curatoriais como artistas visitantes ou por si próprios.

O que norteia essa seleção de trabalhos é a qualidade, a pertinência, o questionamento, a seriedade da pesquisa, o humor, a beleza, a narrativa ou não, as questões e qualidades propostas pelo trabalho em si.

Que cada trabalho carregue em sua linha/linhas, o traço/s, as marcas de quem o criou e que, em cada fio, essas obras remetam a tramas de nosso imaginário ou de nossas estórias compartilhadas.

Paula Terra-Neale



junho 2018

Em cada linha um traço. Em cada fio uma trama no site do Zé Ronaldo.
http://www.zeronaldo.com/2018/martha-pagy-escritorio-de-arte-e-terra-arte-apresentam-a-expo-em-cada-linha-um-traco-em-cada-fio-uma-trama/



junho 2018

Em cada linha um traço. Em cada fio uma trama na agenda do O Globo.





junho 2018

Franklin Cassaro na agenda Dasartes
http://dasartes.com/agenda/franklin-cassaro-martha-pagy-escritorio-de-arte/



junho 2018

Anúncio Dasartes - coletiva Em cada linha um traço. Em cada fio uma trama.





maio 2018

Franklin Cassaro e Regina Silveira no Sesc Belenzinho





maio 2018

Anúncio Dasartes - Multiedro expandido de Marcelo Jácome





abril 2018

Franklin Cassaro em O Globo







abril 2018

Anna Bella Geiger no Jornal do Brasil









abril 2018



Martha Pagy Escritório de Arte apresenta, a partir de 09 de Abril, as individuais A Cor da Luz, de Joe Seiler, e A Pequena Idade do Gelo, de Leonora Weissmann.

Em sua produção os dois artistas privilegiam a pintura, as superfícies pictóricas, a luz, a cor, o gesto, embora por meio de técnica e de conceitos diversos.

Joe Seiler exibe obras feitas com canetas esferográficas em diversas cores. “…Numa dinâmica incessante transfere toda a tinta da caneta para o papel até esgotá-la. Uma depois da outra. Esse depósito de tinta faz com que o papel se sature transformando suas linhas, riscos e traços em pinceladas.”(Franklin Espath Pedroso)

Em suas palavras, Joe define a nova serie: “A Cor da Luz reúne trabalhos feitos ao longo do último ano em Londres. Uma continuação da serie em Bic, uma exploração da interação das cores com referências no espectro da luz visível e no padrão de impressão CMYK. O resultado são composições abstratas com os tons kitsch das canetas.”

Leonora Weissmann fala de sua produção: “Em meu processo as imagens surgem a partir de necessidades nem sempre claras a princípio, mas logo estabeleço uma rede de conexões que formam algum eixo. A primeira pintura desse recorte, intitulado posteriormente ‘A pequena idade do gelo’, surgiu na exposição Estranho Mundo Próximo.

Trata-se de uma fase, ou momento que creio ser a pequena idade do gelo de minha própria pintura. A pintura tem os seus períodos, necessidades e, porque não, climas.

A paisagem de neve me fascina desde a infância quando via os quadros de Peter Bruegel o Velho, em especial ‘Os caçadores na neve’ e ‘Paisagem de Inverno com patinadores e armadilha para pássaros’. Naturalmente são imagens instigantes, por serem cenas de neve cheias de crianças, por possuírem uma estranheza hipnótica com seus mil detalhes e simbolismos.

Além das questões simbólicas e inconscientes que me levaram a pintar essas imagens, o branco em contraste com o preto, o recorte que a luz clara da neve gera nas composições fazem os elementos como galhos, pedras, pássaros e pessoas virarem linhas e silhuetas sobre a tela, como um desenho. A pintura torna-se mais gráfica. É fascinante.

As figuras, em sua maior parte crianças, em minha ‘pequena idade do gelo’ parecem, em algum momento, astronautas em um planeta desconhecido, explorando a paisagem, a superfície, buscando constantemente algo que não se apresenta.

Elas apontam para caminhos possíveis.

A partir das pinturas comecei a fazer intervenções nos livros e gravuras de Bruegel com grafismos que chamo de ‘folhas e ossos’. São silhuetas de folhagens inventadas que criam um jogo entre a forma e a contra-forma. Ou vêem-se as folhas ou o vazado que na verdade é a forma e remete a ossos.

Surgiram também dois objetos chamados “Jardins para Peter Bruegel the Elder” que são caixas transparentes. Uma com ampulhetas de areia branca emaranhadas e outra com bastões de carvão vegetal igualmente emaranhados.”



abril 2018

Joe Seiler no Blog A cor da casa
http://acordacasa.com.br/2018/04/09/inspiracao-joe-seiler/



abril 2018

Exposições Joe Seiler e Leonora Weissmann na agenda O Globo





abril 2018

Joe Seiler e Leonora Weissmann na Revista DasArtes





abril 2018

Exposições Joe Seiler e Leonora Weissmann na agenda da Revista Dasartes
http://dasartes.com/agenda/joe-seiler-e-leonora-weissmann-martha-pagy-escritorio-de-arte/



março 2018



Martha Pagy apresenta a individual CONTROVALORI de LUCIO SALVATORE, novo artista representado, exibindo mais de 20 obras, colagens, desenhos, fotografias e objetos escultóricos, produzidos a partir de 2015/16, quando realizou a exposição-solo Arte Capital no Centro Cultural dos Correios, até 2018.

Tendo como questão principal a ideia do valor da obra arte, o italiano Salvatore sugere, de forma paródica, uma reflexão em torno das convenções e da lógica do sistema de criação e acumulação de valor na produção artística.

Em algumas obras o artista chega a reinventar a dinâmica do capital, usando os instrumentos do que ele chama de Arte Poverissima, como etiquetas de preços, novas formas de pensar contratos, documentos de leilões de arte, centavos e outros elementos que, transformados em matéria de criação pelo artista, redefinem as regras do jogo e relativizam o valor da arte.

Nas palavras de Fernando Cocchiarale, curador da individual Metaelementi do mesmo artista, atualmente em exibição no MAM-Rio, “a poética de Salvatore explora as expectativas metafísicas da matéria dentro das dinâmicas da produção industrial, tecnológica, da disputa de poder e da própria arte”.

Os Valores Ativos (2018) - da série Price Fields - são os trabalhos mais recentes realizados com etiquetas de preço e cujas composições formais prestam homenagem à obra do artista Willys de Castro, aos seus objetos ativos que, através de deslocamentos espaciais de formas geométricas e substituições de cores, estimulavam de maneira sofisticada e incisiva o pensamento visual do público.
“A obra que define seu próprio valor, a etiqueta de preço que confunde significante e significado, o papel ativo da cor e de sua composição formal usada para excitação retinal são fundamentos da serie Valores Ativos, obras conceituais que reduzem aos mínimos termos as expectativas políticas, econômicas, ontológicas e visuais sobre o valor da obra de arte hoje”. LS

Price Fields

Os Price Fields, literalmente Campos de Preço, são monocromos feitos de etiquetas de preço coloridas coladas em papel.
“O preço não é uma abstração... As etiquetas de preço fazem a obra de arte pertencer à classe de objetos aos quais se refere, não somente fisicamente, mas conceitualmente também…” LS
Em Price Fields o preço define a identidade da obra e não é só mais uma simples atribuição.
Salvatore criou esta série em um contexto de estudo da “cor como instrumento de promoção no comércio, em função da necessidade de diferenciar e expandir as possibilidades de consumo...”LS As cores das etiquetas mantêm a função original de capturar a atenção do público sobre o objeto de venda.

Opções

São obras que se apresentam como aposta sobre o valor futuro de outras obras de arte.
O artista escolhe trabalhos em leilões internacionais, neste caso no leilão de Arte Contemporânea da Phillips em Londres, de 5 e 6 de outubro de 2016, e aposta na redução de seus valores estimados para 1% em 100 anos.

Babel

Fotografia/Performance: essa obra consiste no ato de empilhar dinheiro, nesse caso moedas, até o limite de acumulação.
O registro apresentado nessa exposição é de uma das performances realizadas pelo artista no seu estúdio entre 2013-2016, em que acumulou, em forma de torre, 97 moedas de 5 centavos de euros antes de caírem.

Circuito Artissima

Circuito Artissima é uma reprodução em papel fotográfico da inserção da obra de Salvatore no fluxo de imagens do painel Instagram da feira de arte internacional Artissima.
‘Art Will Be Taken Away’ é a mensagem-obra que o artista escreveu sobre fundo branco, publicou no seu perfil de Instagram com o hashtag oficial da feira #artissima, junto ao convite aos seus amigos e participantes desconhecidos - os ‘co-autores’, para que a republicassem, inscrevendo dessa maneira a obra no circuito digital da feira.
Escrita sobre fundo branco, a mensagem republicada pelos ‘co-autores’ tornou-se a mais popular do painel de Artissima e criou dezenas de espaços vazio no painel de imagens causando uma sensação de ausência entre as obras reunidas no mural da feira.
Esta performance de 2015 foi repetida na Frieze Art Fair e na Art Basel Miami Beach também em 2015.



março 2018



O Instituto Plajap apresenta “Noturnos e outras histórias de sombra e luz” de: GUILHERME SECCHIN​

Com curadoria de Mauro Trindade, a mostra reúne 18 obras, entre inéditas e pouco conhecidas, do artista falecido em 2016. Dentre os trabalhos selecionados estão Voo noturno e Cidade. A série Paisagem Concreta, fez parte de sua última individual, em 2014, em São Paulo. Completa a exposição Aporcalipse que integrou a coletiva Porco com arte, de 2007, na qual os artistas pintavam porcos cofrinhos de barro. Para Secchin a origem do apocalipse estava na superpopulação, daí ter povoado seu cofre com homens e mulheres-porcos nus.​



março 2018

Pedro Gandra na coletiva Dialetos no Centro Cultural São Paulo





março 2018

Ana Dantas na Casa Garimporio





março 2018

Sobre Controvalori na coluna da Hildegard Angel no Jornal do Brasil​





março 2018

Abertura Controvalori no site da Lu Lacerda
http://lulacerda.ig.com.br/lucio-salvatore-artista-lanca-mais-uma-individual-no-rio/



março 2018

Controvalori no site da Artrio
http://artrio.art.br/noticias/lucio-salvatore-controvalori-na-martha-pagy-escritorio-de-arte



março 2018

Controvalori na Dasartes
http://dasartes.com/agenda/lucio-salvatore-martha-pagy-escritorio-de-arte/



março 2018

Controvalori no site do Zé Ronaldo
http://www.zeronaldo.com/2018/lucio-salvatore-abre-individual-controvalori-na-martha-pagy-escritorio-de-arte/



março 2018

Luiz Aureliano na Revista Dasartes





fevereiro 2018

Ana Dantas na Revista Casa e Jardim





fevereiro 2018

Ana Dantas e Ursula Tautz na Revista Dasartes





janeiro 2018

Coletiva Flutuantes no site do Prêmio Pipa
http://www.premiopipa.com/2018/01/coletiva-apresenta-o-trabalho-conjunto-de-artista-e-curadores/​



janeiro 2018

Fábia Schnoor na coletiva Flutuantes





janeiro 2018

Pedro Gandra no Correiro Braziliense





janeiro 2018

Ivani Pedrosa na Trio Bienal no segundo caderno do O Globo





janeiro 2018

Marcelo Jácome no Museu do Açude no Caderno Rio Show





janeiro 2018

Joe Seiler, aposta de 2018 pela Revista Glamour





novembro 2017

Marcelo Jácome no Monumental - Arte na Marina da Glória





novembro 2017

Exposições Laura Erber e Marcelo Jácome



Martha Pagy Escritório de Arte apresenta novos trabalhos de Laura Erber e Marcelo Jácome​

A artista visual e escritora Laura Erber mostra​ uma nova série de desenhos e prossegue na exploração do comportamento insubordinado das linhas, reforçando seu aspecto gráfico sobre o fundo agora preto. Cada desenho apresenta um momento ou cena do enovelamento de diversas linhas que parecem crescer e se multiplicar caoticamente a partir de um núcleo invisível.

Marcelo Jácome assim define a nova produção: "Essa série de trabalhos ressurge de uma época em que a rua foi por um tempo ateliê. Um tempo em que percebi que cor e precariedade seriam terrenos interessantíssimos de exploração. Essas colagens aparecem neste momento como afirmação dessas duas instâncias constituintes do meu trabalho. Assim sendo, ofereço a vocês Madureira Pop."



novembro 2017

Exposições Laura Erber e Marcelo Jácome na Revistas Das artes.





novembro 2017

Exposições Laura Erber e Marcelo Jácome no site da Artrio
http://www.artrio.art.br/pt-br/noticias/martha-pagy-escritorio-de-arte-apresenta-novos-trabalhos-de-laura-erber-e-marcelo-jacome



novembro 2017

Laura Erber no site Sala de Crítica
http://www.saladecritica.com.br/exposicoes/laura-erber



novembro 2017

Marcelo Jácome do site do Prêmio Pipa
http://www.premiopipa.com/2017/11/madureira-pop-individual-de-marcelo-jacome-explora-cor-em-serie-de-colagens/



outubro 2017

Leonora Weissmann no Estado de Minas





outubro 2017

Marcelo Jácome na Veja Rio





outubro 2017

Marcelo Jácome no Pipa





outubro 2017

Marcelo Jácome no Segundo Caderno do O Globo





outubro 2017

Marcelo Jácome no Jornal do Brasil





outubro 2017

Marcelo Jácome no O Globo







outubro 2017

Marcelo Jácome no Museu do Açude no site da Revistas Das artes​
http://dasartes.com.br/agenda/marcelo-jacome-museu-do-acude/​



outubro 2017

M​arcelo Jácome no Museu do Açude



Marcelo Jácome trabalhou sempre com cores. Com suas pipas, criou diversas obras em que não só as cores, mas também as formas nos proporcionaram um verdadeiro encantamento e contentamento. Suas composições nos foram apresentadas com muito esmero. Ao juntar uma quantidade enorme de pipas coloridas, o artista ocupou espaços criando formas multifacetadas. Um jogo lúdico e cheio de senso estético.

Depois de muito explorar as cores e formas, surgiram novas séries onde apenas as estruturas das pipas constituem suas obras. Foi uma agregação sucessiva dessas estruturas que chegou ao que intitulou de multiedros. Estruturas frágeis constituídas apenas de bambu e linha.

Pois agora surge uma nova obra onde o artista se utiliza de novos materiais, mas baseado no princípio dos multiedros. Ainda uma justaposição das estruturas das pipas, mas numa escala muito maior. Para o artista o que lhe importa nesta obra específica é sua interação com o meio ambiente; assim como da cor da natureza com sua estrutura e suas formas e sem perder seu caráter lúdico.

Franklin Espath Pedroso



setembro 2017

Estande Martha Pagy Escritório de Arte no site Glamurama
https://glamurama.uol.com.br/galeria/vem-dar-um-giro-pelo-primeiro-dia-de-artrio-aos-cliques/#18



setembro 2017

Matéria Artrio na Revista Das artes





setembro 2017

​Exposição Paisagens Possíveis na Revista Das artes





setembro 2017

CIGA - Circuito integrado de galerias de arte no site ​da Artrio
http://www.artrio.art.br/pt-br/noticias/ciga-circuito-integrado-de-galerias-de-arte​



setembro 2017

CIGA - Circuito integrado de galerias de arte no site ​Glamurama
https://glamurama.uol.com.br/programacao-reune-as-principais-galerias-de-arte-do-rio-em-um-circuito/



agosto 2017

Leonora Weissmann na Casa de Cultura Laura Alvim





junho 2017

Páginas Viradas de Flavio Colker - Zé Ronaldo
http://www.zeronaldo.com/2017/flavio-colker-apresenta-suas-recentes-fotos-na-exposicao-paginas-viradas-na-martha-pagy-escritorio-de-arte/



junho 2017

Paulo Gouvea Vieira - Ancelmo Gois - O Globo





junho 2017

​Flavio Colker, Paulo Gouvea Vieira e Ursula Tautz - Das artes
http://dasartes.com.br/agenda/paulo-gouveia-ursula-tautz-e-flavio-colker-martha-pagy-escritorio-de-arte/



março 2017

Martha Pagy Escritório de Arte lança Múltiplo da artista Regina Silveira





março 2017

Invenção da Paisagem - site Artrio
http://www.artrio.art.br/pt-br/noticias/quatro-artistas-em-invencao-da-paisagem



março 2017

Exposição da Invenção da Paisagem na Revista Das artes
http://dasartes.com.br/agenda/invencao-da-paisagem-martha-paguy-escritorio-de-arte/



março 2017

Escritório de arte Martha Pagy abre a exposição Invenção da paisagem





março 2017

Anna Bella Geiger e Ursula Tautz participam da exposição "Aquilo que nos une" na Caixa Cultural de São Paulo​





março 2017

Pedro Gandra é o vencedor do concurso Garimpo pelo júri popular





fevereiro 2017

Martha Pagy Escritório de Arte lança Múltiplo da artista Ivani Pedrosa





fevereiro 2017

Leonora Weissmann é a primeira vencedora do concurso Garimpo, escolhida pelo Conselho Editorial Dasartes.

Saiba mais na matéria da revista:
http://dasartes.com.br/a-revista/dasartes-57/



fevereiro 2017

Regina Silveira na Select
http://www.select.art.br/o-artista-formador-regina-silveira/



janeiro 2017

Coletiva em Ipanema - Blog A cor da casa
http://acordacasa.com.br/2017/01/05/50por20/



janeiro 2017

Coletiva em Ipanema - Site da Artrio
http://www.artrio.art.br/pt-br/noticias/instituto-plajap-apresenta-coletiva-de-arte



janeiro 2017

Ivani Pedrosa e Fábia Schnoor na Galeria Maria de Lourdes Mendes de Almeida





dezembro 2016

Coletiva em Ipanema - Dasartes
http://dasartes.com.br/agenda/coletiva-em-ipanema-instituto-plajap/



dezembro 2016

Pedro Gandra na Onde anda a onda II, no Museu Nacional de Brasília





dezembro 2016

Anna Bella Geiger, Ursula Tautz e Pedro Gandra na Galeria do Lago no Museu da República





novembro 2016

Ursula Tautz e Ivani Pedrosa no Marina Monumental, na Marina da Glória





novembro 2016

Abertura "Coletiva em Ipanema" no Instituto Plajap

Anna Maria Ramalho
http://www.annaramalho.com.br/news/blogs/anna-ramalho/104522-martha-pagy-abre-coletiva-em-ipanema-no-instituto-plajap.html#prettyPhoto


Lu Lacerda
http://lulacerda.ig.com.br/exposicao-coletiva-em-ipanema-de-anna-bella-geiger-a-lica-cecato/


Zé Ronaldo
http://www.zeronaldo.com/2016/instituto-plajap-e-martha-pagy-escritorio-de-arte-apresentam-a-coletiva-em-ipanema/


Portal Deloox
http://www.deloox.com.br/posts/eventos/3802/Noite-de-arte-no-Forum-de-Ipanema


​Das Artes
http://dasartes.com.br/agenda/coletiva-em-ipanema-instituto-plajap/


​O Globo - Segundo caderno




outubro 2016

Fábia Schnoor no CCJF





junho 2016

AFLUÊNCIAS e FLAVIO COLKER - O Globo, 27/06/2016




AFLUÊNCIAS - Revista DASartes
http://dasartes.com.br/pt_BR/agenda/afluencias-martha-pagy-escritorio-de-arte


AFLUÊNCIAS - Instagram Revista DASartes
https://www.instagram.com/p/BHDNDksB3MR/?taken-by=revistadasartes



junho 2016

FLAVIO COLKER - Cântico

Com performance de Daniela Vidal
Curadoria e Desenho de Montagem: Martha Pagy
Abertura: 23 Jun | 5a.feira | 18h30
Local: PAÇO IMPERIAL - Praça XV de Novembro, 48 - Centro - Rio de Janeiro
Período: 23 Jun a 31 Jul



Flavio Colker


Na DASartes
http://dasartes.com.br/pt_BR/notas/instituto-plajap-inaugura-nova-sede-no-rio


Marcelo Jácome
http://lulacerda.ig.com.br/marcelo-jacome-80-pipas-coloridas-em-ipanema/


O Instituto Plajap de Jacqueline Plass abre nova sede em Ipanema com exposição de Marcelo Jácome
http://www.zeronaldo.com/2016/o-instituto-plajap-de-jacqueline-plass-abre-nova-sede-em-ipanema-com-exposicao-de-marcelo-jacome/


Marcelo Jácome inaugura nova sede do Instituto Plajap
http://radardecoracao.com.br/05/instituto-plajap-inaugura-nova-sede-com-exposicao-do-artista-marcelo-jacome/


Instituto Plajap Inaugurou sua nova sede no Fórum de Ipanema com exposição do artista Marcelo Jácome
http://umolhar.net/pinceladas/instituto-plajap-inaugurou-sua-nova-sede-no-forum-de-ipanema-com-exposicao-do-artista-marcelo-jacome/


Instituto Plajap inaugurou sua nova sede com exposição de Marcelo Jácome
http://www.jb.com.br/cultura/noticias/2016/05/11/instituto-plajap-inaugurou-sua-nova-sede-com-exposicao-de-marcelo-jacome/


Marcelo Jácome inaugura sede no Fórum de Ipanema
http://www.annaramalho.com.br/news/blogs/anna-ramalho/88539-instituto-plajap-inaugura-sede-no-forum-de-ipanema.html



maio 2016

MARCELO JÁCOME no Instituto Cultural PLAJAP



Marcelo Jácome



abril 2016

​ANNA BELLA GEIGER e URSULA TAUTZ na Caixa Cultural | Centro


Curadoria Isabel Sanson Portella



março 2016

​Laura Erber, artista representada, na coluna Artes Visuais do Globo



Laura Erber



março 2016

Agenda da semana, O Globo





março 2016

FÁBIA SCHNOOR, MARCELO JÁCOME, MARIE-CÉCILE DE BEYSSAC E VALERIO RICCI MONTANI no Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho/ Castelinho do Flamengo | Flamengo





março 2016

MARIA-CARMEN PERLINGEIRO na MULTIARTE | Fortaleza/CE



Maria-Carmen Perlingeiro



março 2016

​Ursula Tautz, artista representada, na coluna de Daniela Labra sobre Reminiscências, no Globo



​Ursula Tautz



fevereiro 2016

Texto de Marcelo Campos sobre Ursula Tautz na DASArtes



Ursula Tautz



fevereiro 2016

​URSULA TAUTZ no Centro Cultural Justiça Federal | Centro



​Curadoria Isabel Portella

​Ursula Tautz



junho 2015

FÁBIA SCHNOOR no Centro Cultural Cândido Mendes | Ipanema



Fábia Schnoor

Curadoria e Texto de Paulo Sergio Duarte

Potência do desenho
Paulo Sergio Duarte

Todos sabem que a força autônoma do desenho é moderna. Antes o desenho era visto como forma auxiliar e preparatória para a pintura ou para estudos, sem o mesmo estatuto da tela a óleo, de um mural ou afresco, de uma escultura ou mesmo de uma gravura. A arte moderna e o mundo contemporâneo elevaram o desenho ao mesmo patamar de qualquer outro gênero da arte e transformaram em ato sua potência, antes subestimada.

Os desenhos de Fábia Schnoor são a demonstração dessa potência que passa ao ato e, notem bem, sem o apelo fácil, tão em moda, às imagens banalizadas no cotidiano da sociedade de consumo. O uso do nanquim sobre papel é outro elemento da tradição que os desenhos de Fábia trazem para o presente numa linguagem atual. E o suporte aqui não é neutro; como em boa parte da inteligente arte contemporânea é protagonista, junto com a tinta, e participa ativamente na constituição dos trabalhos. Tanto naqueles desenhos em que o papel, cuja textura na sua massa é constituída de fios têxteis, vai absorver e trabalhar a tinta expandindo-a na superfície além do gesto da artista, como naqueles duplos, cujo suporte transparente permite que tenhamos, na sobreposição, uma obra que produz seu próprio fantasma.

Sem estardalhaço, estamos diante da potência do desenho em toda sua força contemporânea.

Rio de Janeiro, junho de 2015.



abril 2015

LAURA ERBER
Nova Artista Representada


Laura Erber
NATUREZA MONSTRUOSA 04


Laura Erber
NATUREZA MONSTRUOSA 05


Laura Erber
NATUREZA MONSTRUOSA 06


Laura Erber
pensando simultaneamente em Carmen Miranda etc


Laura Erber
pensando simultaneamente na Grande Banhista



março 2015

​IVANI PEDROSA no Centro Cultural da Justiça Federal | Centro


​Curadoria Martha Pagy

​Ivani Pedrosa



novembro 2014

JOE SEILER E VALERIO RICCI MONTANI
Novos Artistas Representados


Valerio Ricci Montani
S/Título, 2013 | Carvão sobre papel | 70 x 100 cm


Joe Seiler
S/Título, 2014 | Xilogravura e Colagem, Papel Kitakata | 96 x 77 cm



PONTOS SUSPENSOS, de MARCELO JÁCOME
Instalação monumental no Pórtico do CasaShopping, Rio de Janeiro






MEMORABILIA, Amador Perez 40 anos
RIOSHOW / O GLOBO, 19/11/2014







outubro 2014

MARCELO JÁCOME na coletiva MADE BY...FEITO POR BRASILEIROS,
na Cidade Matarazzo, São Paulo
O GLOBO, 06/10/2014






AMADOR PEREZ, no Centro Cultural Correios, Rio de Janeiro
Outubro / Dezembro 2014






MEMORABILIA, Amador Perez 40 anos
RIOSHOW / O GLOBO, 03/10/2014







setembro 2014

Multiedros Relacionados, de Marcelo Jácome
site-specific em progresso - Cidade Matarazzo, São Paulo, 2 de Setembro 2014






agosto 2014

AMADOR PEREZ, no Centro Cultural Cândido Mendes
Maio / Agosto 2014






julho 2014

Anna Bella Geiger na coletiva ARTEVIDA
RIO SHOW / O GLOBO, 18/07/2014






junho 2014

THE SOLO PROJECT - Contemporary Art Fair - Basel - 18 a 22 Junho 2014

MARTHA PAGY Escritório de Arte participa da Feira Internacional de Arte Contemporânea The Solo Project, em Basel, a convite do comitê curador do evento.

Na feira, o Escritório exibe obras do artista MARCELO JÁCOME, que também realiza uma instalação de grande porte, site-specific, da série Planos-Pipa, na área de Projetos Especiais.

PATROCÍNIO: Instituto Cultural PLAJAP







maio 2014

A Arte de Amador Perez
O GLOBO, 05/05/2014







As imagens multiplicadas de Amador Perez: O Globo, 30/05/2014






Os artistas representados Fábia Schnoor e Marcelo Jácome foram
indicados ao Prêmio Pipa 2014. Visitem suas páginas nos links abaixo.


www.pipa.org.br/pag/fabia-schnoor
www.pipa.org.br/pag/marcelo-jacome





As imagens multiplicadas de Amador Perez: O Globo, 30/05/2014






Amador Perez apresenta exposição comemorativa de 40 anos : Jornal Do Brasil, 26/05/2014




Amador Perez comemora 40 anos de carreira com exposição: O Globo, 23/05/2014






abril 2014

Flavio Colker apresenta CÂNTICO
O GLOBO, 01/04/2014






dezembro 2013

Depois de encantar os ingleses, as pipas de Marcelo Jácome ganham exposição em São Paulo : Bamboo, 18/12/2013




novembro 2013

Anna Bella Geiger em Paris
"Retrato do continente": O Globo, Segundo Caderno, novembro de 2013






setembro 2013

Marcelo Jácome, O Globo, setembro de 2013






julho 2013

paper at saatchi gallery (Marcelo Jácome) : Schön Magazine, 2/7/2013




Marcelo Jácome, O Globo, Caderno Ela, julho de 2013






junho 2013

Marcelo Jácome, O Globo, junho de 2013






janeiro 2013

Marcelo Jácome, Dasartes, 2013